segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Do que você abre mão?

Oie ...

Sim, sou a pessoa mais cara de PAU do universo.
Eu não sei, as vezes bate uma vontade de simplesmente viver e não documentar nada.
Sim! Me bateu essa vibe, e foi por bastante tempo, desta vez. 
Eu nao faço ideia de como vcs estão. Nem de como andam sua AF ou RA ...
A minha ... Nossa aconteceu muita coisa. Muita coisa mesmo!
E o peso ? Ah o peso nesse tempo foi de 63 a 69 ... 
E agora não faço ideia... A verdade é que andei evitando a balança.
Sei lá, as vezes viver custa esse preço.
O que eu não entendo em mim, é muito simples...
O por que que meu peso, a minha alimentação são as primeiras coisas que eu deixo pra trás quando o barco aperta.
Eu não sinto que tenho essa ansiedade de comer pra poder suprir ou comer quando estou triste não.
EU simplesmente, boto minha vida e saúde no câmbio automático .. deixo minha alimentação ao sabor do vento ao sabor do acaso.
É engraçado, como abrimos mão disso com essa facilidade irresponsável.
Conseguimos por no automático até bater de cara com o primeiro baque emocional : Pode ser uma roupa, uma amiga, um morro e por fim um comentário.
É amiga, a verdade é que pra quem não escolhe um caminho a vida escolhe pra vc e dificilmente o acaso te protege!

Bom, bem vinda de Volta Izabeluda!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...