terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Sandálias e pés = Caminho

A vida é bem diferente do que imaginamos. Sim, descarte tudo que você sonhou! Nada é como você imagina ser. E é por isso, que vivemos tão frustrados.
Eu não sei quem programou nosso cérebro pra imaginar coisas tão boas pra gente, sendo que a vida tende a nunca suprir essas expectativas.
Pega um cigarro e acende.
Passa um carro passa o outro e você ( eu?) ali no meio de uma avenida super movimentada tomada em pensamentos, ser atropelada por algum daqueles carros não seria tão assustador quanto ter que organizar todos os pensamentos na minha cabeça.
Senta em um cimento qualquer o cabelo balança em um movimento louco que só me faz sentir ainda mais mendiga. Mendiga da vida. Os pés,um dedo em meio esmalte rosa, confirma o desleixo, calçados em uma sandália estilo moisés. A saia longa em linho azul acompanhando o vento dos cabelos. A bolsa tamanho pequena preta transpassadas em meu seio. Eu estaria pronta pra guerra se não fosse a impotência diante de tudo. Dos prédios, dos ônibus  das circunstancias.
Tanta coisa me oprime, tanta coisa me faz deixar de ser quem eu sou.
Diante de tantas obrigações e necessidades diárias, tantos deveres oprimindo o " querer " que perdi a conta, a balança não mais tende para um lado ou para o outro em sincronia mas sim se quebra se parte ao meio sobrando apenas cacos de quem eu quero ser  e aquilo que não fui se espalha pelo chao.
Como manter aquilo que você é diante das coisas pesadas da vida ? Como toda religião em todo momento prega pra você ser forte. Insiste em teorias que tudo tem um sentido e recompensas futuras.
Sinceramente. Queria que o mundo fosse só eu, o cigarro, a sandália e meu cabelo esvoaçante por que só isso pode traduzir quem eu sou.
Só essas coisas ja me dão o trabalho suficiente para desvendar cada mistério sobre mim mesma,
sobre a vida. As coisas de fora me confundem me desfocam do que realmente importa.
Sim, não se sinta envergonhada de me achar estranha. Eu concordo com você leitora.
Aliás nem sei se tenho leitoras... aqui virou uma espécie de documentação de coisas que só eu vejo e sinto. Ando em falta em visita-las, e quem nao visita nao merece visita. É verdade ! Sem problemas!
A verdade é que perdida, no centro, perdida na multidão escutando musica francesa que contrasta com toda essa modernidade hipócrita, os prédios, os carros, os celulares estão modernos as pessoas nem tanto... quase nada.
E eu ali, me sentindo desfocada, um vulto, uma sombra, uma mancha que destoa de toda paisagem ....



domingo, 17 de novembro de 2013

Cuidado com os amores!

Bom,
Eu não sei quantas vezes eu repeti isso. Cuidado com quem vc escolhe amar.
Mas parece que é uma frase que não é discernida por ninguém.  É como se fosse um idioma estrangeiro. Ao qual nenhum país desse planeta fala. Fica assim uma frase solta, que no fundo todo mundo entende, todo mundo acha válida, mas ninguem consegue se quer organizá-la dentro de si de modo a coloca-la em pratica.
E assim... vamos amando ... sem o menor cuidado.
Eu sempre fui uma pessoa parcialmente racional. Sou fã dos grandes amores! Mas sempre preguei a premissa que fincar os pés no chão e não se deleitar por amores fosse mais seguro. Pra mim e pra todos. E na verdade é.
A verdade tambem é que as linhas das relações são muito tênues e os limites tambem.
O que quero dizer com isso, é que a escolha deve ser feita no começo quando o coração ainda bate forte somente pelo cheiro ou aquele frio na barriga quando o celular acusa uma mensagem do ser amado é ali que as coisas devem ser pesadas e medidas. É justamente quando não temos a minima vontade ou capacidade de medir absolutamente nada!
Essa é a grande peça que o amor nos prega! Temos que ser racional e sinceros com o outro justamente quando todo seu corpo pulsa por emoções, desejo e vontade de agradar. 
É uma armadilha!
É uma armadilha fisiológica tambem, quando o seu corpo começa a soltar hormonios e mais hormonios com a desculpa de perpetuar a espécie ... e o que dizer da maldita ( ou bendita?) serotonina liberada em dose cavalar te fazendo ficar levemente ( levemente kkk) viciada na outra pessoa!
Sim, amiga, é bem nessa hora que as coisas passam a ser decisivas. E ela determina o resto da sua relação que pode durar 5 minutos ou 5 anos ou a vida inteira.
É é uma puta falta de sacanagem rs, eu sei ! Mas é factual!
Não adianta se contorcer e chorar, o negocio é traduzir essa frase " cuidado com quem vc escolhe amar" de forma a que talvez vc nao entenda totalmente, nem é pra tanto. Mas que pelo menos vc escute a palavrinha mágica ESCOLHER !
Amar é sim uma decisão, e eu não estou dizendo que vc deve virar uma rocha e nem deixar de aproveitar deste "começo gostoso" ... so to dizendo... assim só dando a dica, se vc acha que pode aguentar certas coisas que te incomodam muito ja nessa fase " viciante" da relaçao, se vc acha que por algum motivo voce pode superar ou lhe da com certas manias ou certos traços de carater ( ou falta dele) so pq ele faz seu coraçãozinho bater, amiga!? CORRA!
É nessa hora que ainda da tempo de evitar muita coisa, muito tempo perdido e corações partidos.
A verdade é que até onde vale a insistência até onde é mesmo amor ... ou so vontade de satisfazer o capricho do vicio e ate aonde a consequencia de se envolver vale a pena.
Eu não sei...
So sei que é assim!

Boa semana! 





segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Marcadores

Hoje eu acordei atrasada, bem atrasada.
E como o tempo não se pode negociar! 
Corri tomei o café entre pedaços e goladas e o horário me apertava.
Até que decidi que chegaria atrasada! 
Sabe aquela decisão que te acalma? Te liberta?
Foi uma decisão simples do dia a dia, mas talvez aplicada a vida em si ela seja ainda mais útil.
Eu iria sofrer por todo caminho se simplesmente eu não tivesse aceitado que chegaria atrasada hoje.
Obviamente, eu não fiz hora ou muito menos desisti de ir ao trabalho . Claro que não eu não abri mão, mas sim aceitei algumas peculiaridades do caminho. 
E assim, resultou em um caminho mais leve com menos cobrança.
A vida é bem assim. Se você não aceita certas coisas você vive pesada, você faz até as mesmas coisas, conclui o trabalho, leva o filho na escola, pega o ônibus mas tudo isso com a cabeça focada cheia de culpa e " vontade de ter feito diferente".
Eu digo muito isso para minhas amigas, que a decisão é um passo primordial para a libertação.
Quando você decide, quando você se enche de certeza sobre alguma coisa ou sobre alguma situação
parece que o caminho antes escuro pela dúvida se abre se transforma e apartir dali você sabe bem onde pisar.
Eu não sei até onde essa teoria se fundamenta pois eu não sou a pessoa 
mais " positiva" do universo, mas acredito e tenho provado pra mim mesma que quando você acredita em algo, pode até ser que você não consiga de imediato massss o caminho se torna muito mais leve !!!
Amiga, otima segunda leve pra vc!







segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Praça da Liberdade

Todos os dias que venho para o trabalho, eu ando um pedaço do percurso apé
e tenho que passar por um lugar chamado mentalmente por mim de " limbo de bh"
é só eu pisar na calçada que eu viajo. Pra longe, muito longe...
Eu posso acorda péssima, passar muita raiva no trânsito mas lá parece um portal. Parece uma capsula do tempo ou melhor parece uma capsula isolada do restante da cidade.
Vindo de onde venho a Av. João Pinheiro, a primeira coisa que me deparo são com os coqueiros, ou seria palmeiras?  Não sei, mas nessa altura do campeonato já nem me importo...só sei que elas formam uma sequência, estão em filas, uma distante da outra em simetria perfeita, de uma lado e de outro e para me agradar ainda mais no meio, tem uma espécie de rua calçada que me remete a entrada de uma fazenda, e nessa estrada ainda pela manhã crianças brincam alegres o jogo que eu mais joguei na infância, e isso me espalha em lembranças e saudades.
Ando como se flutuasse, e para ver beleza no belo á de se contentar o feio, e vejo por dentro da capsula que os mais necessitados também sabem entrar transe e vejo um mendigo se esticando todo para ver um pássaro que possivelmente construía um ninho. Alí naquele momento nenhum fato social nos distanciava.
Dei alguns passos, visualizando as plantinhas que ainda estavam a brotar como crianças que se inciavam e davam" bom dia a vida". Um cheiro de terra molhada ultrapassava minhas narinas ao ponto de fazer meus lábios sorrirem de tanto prazer, uma mulher, um cachorro, passos rápidos.
Contornei o coreto, e como sempre imaginei senhoras de outras décadas com seus leques e vestidos longos esperando cortejo de rapazes usando como desculpa alguma apresentação musical.
A praça foi feita para abrigar a sede do poder mineiro mas no fundo abriga apenas o poder de mudar o dia de quem passa por ela.
Como um ritual, levanto a cabeça para contemplar o Edíficil Niemeyer, e também como um mantra eu repito " Canalha esse Niemeyer, essa ideia tinha que ser minha" e sorrio por dentro sabendo que com certeza se eu o conhecesse pessoalmente ele só iria tragar o cigarro e dizer : "Sou mesmo! Bem canalha botei as curvas das mulheres/montanhas em um prédio !" 
Ahhh Niemayer como eu queria ter sido intima de vc !! Acho que me divertiria tanto com o seu charme de velhinho que não envelheceu. Agora ta lá fazendo suas obras de arte no céu.
E assim caminho e passo pelo melhor lugar o canteiro de margaridas saltitantes e felizes entre o branco e o amarelo e suas pétalas animadas sempre abertas. Ah como eu amo essas serelepes.
E como me deixa nervosa ver pessoas despetalando as coitadas em um jogo bobo ao qual se pronuncia bem-me -quer, mal-me-quer... e minha vontade que ainda irei concretizar é fazer uma plaquinha escrevendo:
BEM ME QUER- MAL ME QUER? EU NÃO QUERO!
 Desenhada uma margarida triste . Não despedace as flores,pois elas não garantem amores !
 E assim passo lembrando do meu plano de mandar fazer a placa, me distraio o cabelo esvoaça o sinal chega e atravesso e assim como fecho um portal volto para a realidade mas um pouco mais contente em saber que existem limbos e que a liberdade ... Ah a Liberdade existe !!!





quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Humildade ??? Com pitadinhas de empatia, por favor?

Bom dia,

Hoje eu fiquei horas pensando nisso...
O que leva as pessoas a perder a humildade com tanta facilidade ? Será que a anita poderosa virou mesmo as cabeças das mulheres? 
Sabemos o quanto nossa auto-estima é prejudicada pela mídia, sabemos dos padrões inatingíveis de estética, e sabemos que isso não faz bem pra saúde mental ! Isso é muito claro.
Mas como lhe dar com o outro lado? 
Como faz para entender a cabeça de uma mulher que se sente melhor que as outras e melhor que você?
Como se proteger da falta de noção de certas pessoas ? 
Veja bem, não estou criticando e nem indo de encontro ao que eu acredito que é a saúde da auto estima de todas as mulheres. Não é isso! Não mesmo. Estou falando do amor arrogante por si mesma que algumas mulheres tem ( ou fingem ter) que acaba por ser um "orgulho exacerbado que não cabe somente dentro delas, tem que se projetar pra fora e cutucar a outra ...
Sabe aquela auto estima de negra americana que faz o pescocinho dela balançar para um lado e para o outro enquanto ela te da uma má resposta ensaiada por anos?
Essa alto estima " arrogante" não faz bem pra ninguem. E isso passa longe de se aceitar, isso é o famoso " vou repetir essa mentira mil vezes pra vê se alguém acredita ,e pior pra ver se eu acredito "  e é um jogo perigoso. 
Ele funciona até você bater de frente com a verdade. Por que inevitavelmente a vida te mostra quem vc é ...
E isso para quem tem uma visão distorcida de si mesma pode ser um choque.
Essa mania de " afrontar as fogosas e expulsar as invejosas" se torna uma doença apartir do momento que deixa de ser uma letra de musica ( péssima) e vira um lema de vida.
Não tá dificil de encontrar pessoas que não contam apenas um historia com a intensão de te informar ou se divertir, ela profere apenas um mantra intrínseco em cada palavra e é o verdadeiro motivo dela abrir a boca : " eu sou FODA, sou gostosa " "Se não tá mais a vontade sai por onde entrei,recalcada " .
Seria comico se não fosse tão triste...
Isso pra mim é o supra sumo da falta de amor próprio é quando seu problema de auto estima nao cabe 
 mais em você e ao invez de procurar ajuda você se veste de um orgulho irracional e começa a lutar contra isso jogando pra fora como um escape a prepotência digna de pena.
Sinceramente ?
A vida é muito mais que isso. A auto estima se trata muito individualidade é quando você viaja pra dentro de si, e sim você pode se achar uma maximo, não tem problema nenhum. Mas, MASSS
É ALGO  seu! Se você precisa ainda mostrar que conseguiu "se achar um maximo" é por que ainda tem muita busca pela frente e a auto estima pode até existir realmente mas precisa ainda ser tratada refinada. 
Um conselho que te dou para quem lhe da com isso diariamente como eu, e é muito simples. 
Olhe pra essas pessoas com o olhar de caridade! Pois elas estão fazendo o melhor delas pra poder acordar todos os dias sem se sentir um lixo... Tolerância.
E pra você que é assim, amiga!
Auto estima é outra coisa ta????


Bjus e tenha um Otimo dia!






domingo, 6 de outubro de 2013

Eu secretamente me amo.

Hoje, fazendo minhas sobrancelhas com aquele instrumento de tortura que apelidamos de pinça e que nos fizeram acreditar ser necessária, e pior nos fizeram acreditar que ela é nossa amiga e que arrancar cada pelinho um por um "só " faz parte de um ritual de beleza e assim nos acostumamos a tê-la na bolsa e assim achamos que graças a ela temos um rosto mais belo e proporcional. 
Experimente arrancar um cabelinho da sobrancelha de um homem.
 Mais cuidado!!!!! 
Ele pode nunca mais falar com vc, talvez num impeto te dar um safanão que possivelmente desencadeará uma briga extensa podendo até ir para os campos judiciais.
Voltando a mim, com aquele instrumento horrível nas mãos e com o rosto bem pertinho do espelho, e os pensamentos longes com a dor diminuída pela anestesia do custume, cheguei a uma conclusão incrível : Eu Izabela, conhecida por vcs como Izabeluda, secretamente me amo.
E não é pouco, eu me amo pra caralho. 
Eu no fundo me acho foda, me acho linda! Mas assim como no costume da pinça fui obrigada e acostumada a achar que não. Quantas vezes, eu te pergunto, você se olhou e se achou linda com uma roupa mesmo marcando suas gordurinhas, quantas vezes vc se achou sexy e gostosa e tirou a roupa no pensamento implantado de que aquilo não pode ser mostrado?
Quantas vezes? Quantas vezes vc se achou muito mais gostosa que aquela magrela e sinceramente no fundo vc sabia que se fosse pra escolher e se não tivesse tantos padrões tantas informações erradas te bombardeando desde pequena, vc simplesmente e SINCERAMENTE preferia ser vc.
Sinceramente, eu me amo muito mais do que eu penso! E acho que você também.
O difícil é organizar seus pensamentos e tirar toda aquela vestimenta de humildade ( que no fundo é só auto estima baixa gritando por um elogio) e se analisar friamente.
Cada detalhe da sua personalidade que é incrivel. Aquela boca com sorriso lindo e quase infantil que toda vez que vc olha no espelho vc se pergunta : Como ainda não descobriram isso em mim? Como podem me achar feia com essa covinha que aparece somente quando tenho aquele sorriso tímido?
Como podem ainda achar que um ossinho na cintura é mais belo que meu olhar negro e firme que se fecham quando a graça de algo me invade ?
Sim, eu secretamente me amo muito. Por que sim eu tenho muito a ser amado. O meu defeito foi acreditar que eu não podia me amar. Que eu nao tinha o direito de me amar por que não me encaixo no que é belo pra mídia. E no fim eu quero que se dane a mídia ! Ainda mais a nossa mídia que so é voltada pro consumo. 
Eu voto por um mundo ( pelo menos pelo meu mundo interno) em que eu possa me amar sem ser julgada de recalcada, sem isso ser visto como estrategia para não mudar. " ah ela só tem banca de quem se gosta mas na cama ela senta e chora" não minha amiga! Quem faz isso é vc!!!!
E enquanto, eu arrancava aquele pelinho que parece encravado meu dedinho do pé, pois quando vc arranca, arranca tambem uma lagrima instintiva eu percebi...
Sim eu secretamente me amo! 
Me amo muito... e a lagrima desta vez foi de alegria diante de uma contatação tão óbvia!
Bom DOmingããão!




domingo, 22 de setembro de 2013

Gente feliz não enche o saco? Sera?

Boa Noite, bom dia, boa tarde ou Boa madrugada,

Já me perguntei várias vezes se pessoas que tem uma vida, ou pessoas que focam muito em sua própria vida ou em sua satisfação, se elas não cuidam da vida alheia.
Se essa atitude de focar muito e querer muito seguir seus objetivos a impede de olhar para o lado com olhos de cobiça. inveja ou desdem.
Eu sinceramente, não sei até a onde o ser humano é capaz de ir e até a onde o ditado antigo e bem conhecido chega " a grama do vizinho é sempre mais verde" pra mim que nunca me importei com grama e daria a mínima se no quintal do vizinho tivesse uma selva ou uma floresta amazônica me pergunto como isso funciona na prática.
Como as pessoas lidam de verdade com o outro ? Com as conquistas do outro.
Por que na verdade nunca vamos ter todas as conquistas mesmo por que queremos algo diferente mas por que o que conseguimos mesmo que seja tão pouco fere o outro ou desperta um sentimento de cobiça ? Quero dizer sem rodeios... por que as vezes pessoas tem inveja daquilo que elas nem desejam?
Quantas vezes você fez isso ?
Quantas vezes viu alguem ser promovido ou ter um emprego que você sabe, tem certeza que se você vc ali naquele emprego estaria odiando, mas no fundo você se remói pensando por que sua vida é tão assim, dificil e a do outro é tão facil?
A verdade é que nos vendemos pelo preço barato da ilusão, vemos a ponta do iceberg e nos redemos ao sentimento mundano da inveja. Vemos somente o beneficio e esquecemos da luta do outro. 
E digo mais, um dedo do meio bem grande pra você que diz que não tem inveja e que fica feliz por todo mundo, gente assim que nega sua humanidade, me enoja! 
A verdade é que estamos aqui na terra todos pra crescer, pra evoluir independente da sua religião da sua crença você tambem deve ter chegado a essa conclusão pela logica! Estamos aqui para melhorar.
Eu esta semana não fui a vitima da inveja, eu essa semana passei por uma situação ao qual a pessoa só viu a ponta do meu Iceberg e não me deu a chance de mostra ou contar o quanto o fundo do meu oceano é sujo. O quanto eu tive que nadar para uma pontinha de iceberg ( ou seria esperança?) despontar na superfície do meu mar. Mas não eu não tenho raiva dela. E não é por que sou boa, ou superior. Não...
Nao e não....
É por que eu sou exatamente como ela.
Eu já fiz isso com muita gente! E não tenho vergonha de dizer e ninguem deveria ter....
E por ela eu tenho empatia .. e por ela eu desejo o melhor e por ela eu desejo que ela supere isso ...
E por ela que esta factualmente muito melhor que eu na vida, que ela acredite que existe espaço pra todo mundo e só por que alguém quer melhorar não quer dizer que vai ser tirado do dela.
Por ela, por mim e por você eu desejo sucesso.

Boa semana a todas e todos.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...